Drenagem Linfática

Nosso corpo, como as árvores, as folhas, os animais, é percorrido por um líquido incolor e transparente que, contido nos vasos linfáticos, tem a função de filtrar as impurezas do sangue.

Quando a circulação linfática diminui, ou mesmo se interrompe, o material a ser descartado fica estagnado em algumas zonas do corpo, causando inchaços dolorosos e afecções como espinhas, celulite e os edemas pós operatórios. Nestes e noutros casos, a Drenagem Linfática Manual atua como descongestionante. É muito conhecida e realizada na Europa.

A Drenagem Linfática Manual possui quatro funções básicas: além de desintoxicar contribuir para eliminação de líquidos, ativar o sistema imunológico, também atua como analgésico.

Após cirurgias plásticas, alivia hematomas e inchaços. Auxilia no tratamento da celulite, cujo acumulo se deve à falta de movimentos locais, que provoca a estagnação da linfa nas células de gordura.

Para realizar a Drenagem Linfática, o profissional percorre todo o corpo (por inteiro ou áreas específicas) com as palmas das mãos e pontas de dedos em toques bastante suaves, movimentando a linfa em direção aos gânglios. As toxinas são liberadas através dos rins.

A verdadeira Drenagem Linfática Manual consegue acelerar as reações próprias do organismo sem alterá-las. Isto é possível graças a uma técnica toda especial, que consiste em manobras manuais próprias que são movimentos precisos e monótonos e que têm pressões graduadas e constantemente alteradas, imitando as contrações da musculatura lisa dos vasos linfáticos e acompanhando o ritmo dos mesmos.

Há que se diferenciar a Drenagem Linfática Manual da Massagem Estética. Esta última é realizada com pressões muito fortes o que acarreta a interrupção da circulação linfática, pois os vasos linfáticos não suportam tamanha pressão.

A Drenagem Linfática Manual nasceu na Europa, precisamente na Alemanha, no ano de 1932.Foi criada pelo casal Dr. Emil Vodder e sua esposa Estrid, experimentalmente tratando pacientes acometidos de gripes e sinusites, manipulando seus gânglios do pescoço. Em vista dos ótimos resultados, o casal disciplinou o método inicialmente intuitivo.

Hoje é conhecida no Brasil como Drenagem Linfática Manual, Método Dr. Vodder e adotada por vários cirurgiões plásticos, esteticistas , fisioterapeutas e terapeutas em geral no tratamento pré e pós operatório e edemas em geral.